Para Machu Picchu

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja



Uma triste cidade pedida por trás das pedras, das pedras que choram, choram. Sileciosas como brancas nuvens que se cruzam no horizonte e evaporam. E no alto daquela montanha, quase tudo se estranha trajes, modas e transas, vivendo a mesma aparência, nas mulheres com suas tranças. Das pedras que choram os ecos de seu deserto. E tudo se faz silêncio entre lhamas e outros bichos em Machu Picchu. E nas ruínas dessa cidade, o tempo determina sua vontade, na história e no do silêncio, por entre pedras e pedras, das pedras que choram, choram. E no deserto dos ecos a sombra de seu castelo, vagam homens vestidos de poncho, vivendo suas dores e prantos, por entre caminhos de pedras, das pedras que choram os ecos de seu deserto, e tudo se faz silêncio em Machu Picchu. 

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia