INSENSATEZ

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja


Despeça-se agora
Me deixe de fora
E pela última vez
Não mais me procure
Oh! louca insensatez

Quero apagar da memória
As nossas lembranças
Perdidas no lençol
Nos desejos da noite
Ao amanhecer do sol

Sim, eu bem sei
Que nesta existência
Jamais assim amarei
Tudo em mim é solidão
No âmago da tua ausência

E sem tua presença
Atormenta-me o coração
Torno-me impotente
Um ser tão dócil e valente
Perdido no ápice da aflição

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia