NO REMANSO DA SOLIDÃO

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja



Meus olhos ainda procuram
Esmiuçando na paisagem
No remanso da solidão
Cada abraço, cada beijo
Na volúpia do desejo
Que se perdeu na escuridão
E vai descendo na correnteza
Da lembrança da ingratidão
Digo-te com toda certeza
Eu sei que há uma estrada
Que desemboca a natureza
Com esplendor e perfeição
Onde não há ladeira
Que escorregue a maldade
Que se viva de pleno amor
Paz, luz e felicidade!

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia