DESILUSÃO

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja


Bateu a minha porta
Numa hora imprópria
A triste desilusão...
Me pegou de jeito
Rompeu o meu peito
E me deixou assim...
Maltratado coração!
Oh! triste desilusão
Não aguento tristeza
Angústia, solidão!
Vai, voa pra bem longe
Mas antes trás de volta
Meu sorriso e a alegria
Me abandona, me solta!
Chegou tão intempestiva
Sem pressa, devagar...
Fez-se meiga, sorridente
Ninguém podia imaginar
Que pela porta da frente
Ela ali pudesse entrar...
Agora ando sozinho
Sem afeto, sem carinho
Perdido na escuridão
Como cego em tiroteio
Dormindo sem coberta
E em frio lençol alheio!

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia