QUEM SABE, TALVEZ...

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja



Quem sabe, talvez
Você não me esqueça...
Ou um dia  te ganhe de vez
Possivelmente, que sabe
Tudo seja diferente
Daquelas outras paixões
Tão felizes, tão ardentes
É, quem sabe, talvez!
Talvez eu te queira
E na primeira manhã
Mesmo que estrelas apareçam
A incerteza de novo aconteça
E no clímax do momento
Você desista, me esqueça...
É quem sabe, talvez
A sinceridade do nosso amor
Não nos enlouqueça
Todo desejo posto à mesa
Na fria cama da incerteza
Ou quem sabe, talvez
As chances desse amor
Pinte uma paixão de verdade
E tudo se transforme
Na teoria da probabilidade...
Ou ainda quem sabe
Esse amor escape pelos dedos
Por ironia, por covardia
Quem sabe, pelo próprio medo
É quem sabe, talvez...

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia