E, CONTUDO, O AMOR...

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja



Depois dos desenganos...
De tantos atropelos
Desilusões, decepções
De tantos abandonos
E, sempre ter que ouvir
Alguém se despedindo dizer
Velhas frases decoradas:
Não te quero mais!
Desculpa, se não deu certo!
Não quero fazer você sofrer!
De uma vez por todas basta
Não quero ouvir mais nada
Pois agora meu coração feliz
Bate com a intensidade
Dos que amam de verdade
Que um dia acordado sonhou
Com a menina mais linda
Linda rosa, flor de lis
Agora, louco, desvairado
Coração ardente, apaixonado
Por ter um novo amor
De ser feliz e ser amado!

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia