CORPOS DESEJOSOS

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja


Sem qualquer alarido...
Repousei minhas mãos
No teu corpo trêmulo
Nu, palpitante, aquecido!
Olhaste-me com desejo
E tão profundamente
Que nem se quer precisei
Desabotoar-lhe o vestido!
Corpos tensos no cortejo
Dançando febrilmente
Arrepiados, impacientes
E aos pouquinhos no bailado...
Fomos perdendo os sentidos!

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia