O QUE RESTARÁ DESTE POEMA?

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja



O que restará deste poema
Quando a boca silenciar?
Quando a mão trêmula,
Cansada, desnorteada
Não conseguir o papel segurar
O que restará deste poema?
Ainda que haja vida além
Que faça reviver, suscitar,
Como lê-lo sem se importar
Com o próprio sentimento
Se a escrita é triste, singular?

Como saber conciliar
Vida, tempo, envelhecimento?
Quando a precisão do tempo,
Tomar de assalto o momento
E, percebendo-se a fragilidade
Do corpo, d'alma, da mente,
O que do poema permanecerá?
O silêncio do adeus?
A dor, a tristeza, a saudade?
Ou a última lembrança do desejo,
Incapaz de poder versejar?

Genésio Cavalcanti
Palmares, hoje e sempre!
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia