DESPEDIDA

Autor: Genésio Cavalcanti Seja Bem Vindo Ao Blog - Ser Poeta : »
Veja


Chegou a hora,
Hora de me despedir!
Não posso e nem devo
Me prolongar, insistir!
Mas, pra ser sincero
É sempre a pior hora...
Meu corpo clama
Resmunga, reclama
Pra não ir, desistir!
E eu de fogo aceso
Febril, carne em chama
Desejoso a permitir...
Aí, frustro meu querer.
Despeço-me então
Contrariado,  teso, 
Transbordando desejo!

Genésio Cavalcanti 
Palmares, hoje e sempre! 
Preserve os direitos do autor!

Deixe seu comentário

    Obrigado!

    Obrigado!

    Agradeço por sua presença nessa
    viagem que fizemos juntos...
    Espero outras vezes navegarmos,
    neste mesmo sonho!

    Curta Nossa Poesia